Blog Clube Auge.

Seus pequenos preparados para o mundo.

Ciúme de irmão: maneiras inteligentes de lidar com este sentimento

criança de braços cruzados com ciúme de irmão

Ciúme de irmão: maneiras inteligentes de lidar com este sentimento

criança de braços cruzados com ciúme de irmão

Quando nasce o segundo filho, o casal tem de lidar com um sentimento até então desconhecido: o ciúme de irmão.

A chegada de um bebê muda completamente a rotina da família. Não importa se os pais são de primeira viagem ou já experientes. Cada bebê é diferente do outro. Por isso, o recém-nascido sempre exige uma atenção especial. Isso faz com que o primogênito se sinta rejeitado e até menos amado.

É inevitável. O ciúme vai se manifestar de algum modo. Cabem aos pais acolher a criança e saber agir para que este sentimento seja leve e passageiro.

Neste artigo, vamos citar maneiras inteligentes de lidar com o ciúme entre irmãos. Confira!

 

Como fortalecer o vínculo fraterno e evitar o ciúme de irmão

Ter um irmão é importante para a formação da personalidade de uma pessoa. Não que quem não tenha esteja em desvantagem. Mas, ao conviver diariamente com alguém de idade próxima, compartilhando experiências e o amor dos pais, os irmãos podem construir um vínculo duradouro baseado no respeito e companheirismo. Esses atributos repercutem em seus outros relacionamentos e interações, inclusive na vida adulta.

A amizade entre irmãos é o sonho de todos os pais. Entretanto, como em qualquer tipo de relação humana, a interação entre eles pode apresentar diversos obstáculos e desafios.

Quando um recém-nascido chega, o primogênito experimenta o sentimento de perda. Agora, a atenção e o carinho dos pais não são mais exclusividade dele. Pelo contrário, nos primeiros dias, o bebê exige cuidados especiais. Somado a isso, os pais, cansados da rotina de madrugadas em claro, não têm mais a mesma disposição para brincar com a criança. Com isso, o filho mais velho tem de lidar, do dia para noite, com algo que até então desconhecia.

Antes do caçula, os passeios, os presentes e os sorrisos dos pais eram só para ele. Agora, além de compartilhar tudo isso, o primogênito também tem que dividir seu quarto, o espaço no guarda-roupas e no armário de brinquedos. Pode parecer coisas simples. Porém, para uma criança que, muitas vezes, ainda nem sabe lidar com suas emoções e sentimentos, são situações muito complexas para enfrentar.

Assim, ela pode manifestar o ciúme de diversas formas como acentuação das birras ou regressão de fase. Ou seja, a criança, que já não usava mais fralda, volta a fazer xixi e cocô na roupa; a chupeta, que era coisa do passado, retorna à boca; o pequeno, que já comia e se vestia sozinho, começa a requisitar os pais para auxiliá-lo nessas atividades.

 

Modos inteligentes de lidar com o ciúme

De que forma, então, agir com a chegada do segundo filho e tornar o relacionamento fraterno saudável? Listamos cinco dicas.

 

1 – Dialogue

Não há nada mais importante quando o assunto é ciúme entre irmãos do que o diálogo. Durante a conversa, não tente fingir que o ciúme não existe. Pelo contrário, explique que é normal ter esse sentimento e ensine o pequeno a lidar com ele.

Encoraje o primogênito a falar tudo o que sente sobre o caçula. Não puna nem ignore o que a criança disser.

Em vez disso, mostre que o amor que os pais sentem pelos filhos é igual e suficiente para os dois. Explique que o recém-nascido exige uma atenção maior nos primeiros dias. Aqui, vale mostrar as fotos e vídeos de quando o mais velho era um bebê. Assim, fica mais fácil a criança entender que tudo o que o irmão está recebendo, ela ganhou também.

À medida que os dois forem crescendo, incentive o diálogo entre ambos, ensinando-os a respeitar as ideias e as características um do outro.

 

2 – Dê responsabilidades ao mais velho e o elogie sempre

Uma estratégia inteligente para nutrir o amor entre irmãos é ensinando o mais velho a cuidar do mais novo. A atividade delegada vai depender da idade. Por exemplo, o primogênito pode ajudar a jogar fralda suja no lixo, segurar a mamadeira ou escolher a roupa que o bebê vai usar.

A cada tarefa executada pela criança, a elogie. Diga o quanto a ajuda dela e o cuidado com o irmão são importantes. Transforme o pequeno em um “irmãozão”.

 

3 – Não faça comparações e nem deixe que outras pessoas façam isso

Comparar crianças é uma forma de incentivar o ciúme de irmão. Por isso, jamais compare o mais novo com o mais velho e vice-versa, nem deixe que outras pessoas façam isso.

 

4 – Seja imparcial para evitar o ciúme de irmão

Por mais amigos que sejam, em alguns momentos os irmãos vão se desentender. É normal. São pessoas com opiniões e temperamentos diferentes.

Então, quando o desentendimento acontecer, procure ser imparcial. Converse com cada um individualmente e incentive para que eles se entendam. Não force nada. É em momentos como este que os pais podem ajudar as crianças a desenvolverem importantes competências socioemocionais como autocontrole, empatia e ética.

 

5 – Separe um tempo de exclusividade para cada irmão

Por mais difícil que seja, é importante que, principalmente, a mãe reserve um tempo para se dedicar exclusivamente ao mais velho. Isso porque como o bebê passará muito tempo com ela no colo, o primogênito pode interpretar que a mãe não tem mais tempo para ele.

Conte também com a ajuda de familiares e amigos para passear com o mais velho. Nos primeiros dias, é mais difícil sair com o recém-nascido. Então, busque formas de interagir e divertir o irmão.

 

Ter ciúme de irmão faz parte do desenvolvimento

Como já dissemos, ciúme de irmão é um sentimento normal. Entretanto, é preciso ensinar a criança a lidar com ele.

Uma boa orientação da família nos conflitos entre irmãos faz enorme diferença no desenvolvimento pessoal do pequeno.

Ao identificar uma situação de ciúme, procure intervir antes que vire uma briga. Esteja atento também ao filho quieto, que não manifesta nem ciúme, tampouco carinho pelo irmão. Pode ser que ele não saiba como expressar o que está sentindo.

É importante também que os pais reforcem a ideia de que a amizade de irmão é única.

Gostou das nossas dicas para evitar o ciúme de irmão?

Compartilhe em suas redes sociais!